GT 11 – Emprego, estrutura ocupacional e rendimentos.

0

11. Emprego, estrutura ocupacional e rendimentos.

Coordenadores: Ivan Moreira Targino (UFPB), Fernando Mattos (UFF) e Jordão Horta Nunes (UFG)

Nas últimas décadas, o mercado de trabalho brasileiro vem passando por profundas transformações, refletindo a dinâmica cíclica da economia brasileira. Durante as décadas de 1980 e 1990, houve expansão do nível de desemprego, incremento da informalidade e contração da renda média do trabalho. A partir de 2004, foram registrados o crescimento do emprego assalariado, a perda de participação do trabalho informal, redução do desemprego e melhoria da estrutura ocupacional e de rendimentos. No entanto, esse período também foi marcado por aspectos que  caracterizam a precarização de parte da estrutura ocupacional – por meio das subcontratações e terceirizações, intensificação do trabalho etc. – e manutenção das profundas desigualdades do mercado de trabalho brasileiro. Na década de 2010, observa-se, inicialmente, uma redução no ritmo das melhorias que caracterizaram o mercado de trabalho brasileiro na década de 2000. E, mais do que isso, uma reversão dessas tendências com as crises econômica e política que se abateram sobre a sociedade brasileira a partir de 2014. O atual cenário marca, também, uma forte investida contra os direitos trabalhistas, particularmente, após o impeachment da presidente da república. Há fortes sinalizações da desestruturação do mercado de trabalho com o agravamento do desemprego, da informalização e da deterioração da renda do trabalho, decorrentes da desregulamentação das relações de trabalho e do aprofundamento da crise. Esse eixo temático tem como objeto de reflexão as mudanças no emprego assalariado, no desemprego, na estrutura ocupacional e de rendimentos, com especial interesse sobre análises que contemplem as diferenças setoriais, as mudanças ocorridas nos setores formal e informal e as desigualdades (de gênero, cor, faixa etária etc.), assim como a relação dessas mudanças com as políticas públicas voltadas ou com impactos sobre o mercado de trabalho brasileiro.

Trabalhos aceitos

Powered by themekiller.com